Blog Librando

Notícias Eventos Artigos e Muito Mais

Sebrae Minas realiza marketing digital com acessibilidade para surdos

     Dos 600 participantes do Reload na Estrada, cinco eram surdos e puderam acompanhar todo o evento.

     O Reload na Estrada, realizado pelo Sebrae Minas em nove cidades do interior do estado, e também em Belo Horizonte, foi encerrado com chave de ouro em Divinópolis, no dia 21 de setembro. O seminário de marketing digital reuniu 600 participantes na cidade do Centro-Oeste mineiro, entre os quais cinco eram surdos e puderam acompanhar todo o evento por meio da Língua Brasileira de Sinais (Libras), segunda língua oficial do Brasil.

     De acordo com o último senso realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2010 existiam cerca dez milhões de surdos no país, sendo que um milhão e meio deles viviam em Minas Gerais. O estudo revelou ainda que 80% deles se comunicam unicamente pela linguagem de sinais. “Isso significa que a maioria dos surdos tem dificuldade de leitura. Diante disso, um evento no qual se tem a acessibilidade em Libras dá aos surdos a capacidade de ter uma clareza maior sobre os temas e as informações”, esclarece o professor e intérprete de Libras Lucas Morato, idealizador do projeto “Librando”. Ele foi o responsável por acompanhar voluntariamente a equipe de surdos durante o Reload, em Divinópolis. “Muitos deles também são empreendedores”, informa o professor.

     “Foi sensacional”, resumiu o diretor de Relacionamento da Arezzo&Co, Cristiano Chaves, que ministrou uma das palestras do seminário, ao se referir à participação de um intérprete de Libras. “Eu estava na plateia assistindo as palestras anteriores e fiquei emocionado vendo o Lucas conversando em Libras. Acho que foi uma iniciativa muito bacana do Sebrae Minas e do professor”, acrescentou Cristiano. O diretor afirmou ainda que é comum as pessoas se mobilizarem pensando somente nos próprios benefícios. “Seria muito positivo se todos os eventos tivessem esse tipo de acessibilidade. Em nenhum outro seminário que participei havia intérpretes. Agora nós também queremos estruturar a Arezzo para que, em breve, possamos atender especialmente surdos”, contou Chaves.

     O auxiliar de fotografia Gabriel Valério Rodrigues é surdo e participou do Reload do início ao fim. “Gostei muito das palestras. É uma pena ter sido apenas um dia, pois tinham vários temas interessantes e eu queria assistir todos. Se fossem três dias eu participaria de tudo”, disse. O servidor público Daniel Souki Cenzi também é surdo e elogiou a iniciativa. “Foi uma experiência muito gratificante em termos de conhecimento, principalmente porque tivemos um intérprete.  Infelizmente, em muitos lugares não tem esses profissionais, e os surdos perdem muito conteúdo. Sou muito grato pela inclusão do Lucas Morato durante o seminário e pelo que aprendi. Estou aguardando o próximo.”

Assessoria de Imprensa | Prefácio Comunicação

Marcelina Liberato – (37) 99956-2738 | 99146-0040

marcelina@prefacio.com.br 

Copyright 2019. Librando

©Copyright 2019. Librando – Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por:

Hélcio Santos|A Escola de Site